“Pra trás, nem pra pegar impulso.”

Encontramos um post bem interessante no blog do Estadão e resolvemos dividir com vocês: ele conta um pouco as ideias do filósofo e escritor do best seller “Como Encontrar o Trabalho da Sua Vida”. Além disso, Roman Krznaric, também é o fundador da The School of Life e realiza palestras principalmente sobre compaixão e felicidade no trabalho.

Roman-460x667

Este último ponto chamou nossa atenção. Felicidade no trabalho? Na entrevista, realizada por Marilia Neustein, o filósofo afirma que nos últimos anos houve um grande crescimento da expectativa com relação ao trabalho. Hoje as pessoas enxergam o trabalho além da sobrevivência, ou seja, além de suprir as necessidades básicas a profissão escolhida deve condizer com os valores pessoais dos indivíduos. Cada um de nós quer se sentir valorizado por aquilo que faz. E para isso não é preciso trabalhar com organizações sociais ou encontrar a cura do Câncer, para Roman o importante é acreditar e investir no seu talento, nas suas habilidades e paixões. Nas palavras dele, o pior “é a sensação de chegar ao fim da vida e saber que não fez o que gostaria realmente de ter feito.”

Provavelmente foi pensando nisso que a Marina Shifrin tomou a decisão de se demitir, mas a forma com que ela fez isso foi tão criativa que ela acabou se transformando em um viral na internet. Ela gravou um vídeo em que dança na empresa enquanto avisa o motivo da sua demissão. Justamente nesse caso aconteceu o que Roman discute: ela abdicou de sua vida pessoal e trabalhou contra seus valores pessoais e isso está errado. Para ele o trabalho deve sim resultar em dinheiro, mas contesta as culturas de alguns países que incentivam jornadas de até 72 horas de trabalho, cumpridas por pessoas que se dizem viciadas em trabalho. No vídeo são 4h30 da manhã e Marina ainda está trabalhando. Ela desabafa: “por quase dois anos, eu sacrifiquei meus relacionamentos, tempo e energia por este trabalho. E meu chefe só se importa com a quantidade e quantas visualizações um vídeo teve.” Para assistir a menina jogando o emprego para o alto clique aqui.

demissaovideo1

A empresa até criou um vídeo em resposta ao da Marina, mas é claro que o dela ainda possui mais visualizações. Será que isso se deve ao fato de existirem mais pessoas que se identificam com a menina, mesmo não possuindo a mesma coragem? Para Roman o desafio de encontrar o “trabalho da vida” é como encontrar o amor perfeito: é preciso se entregar e estar pronto para se surpreender. E o professor de ética, Clóvis de Barros Filho, concorda com essa afirmação. Em uma entrevista recente ao programa do Jô Soares ele contou como descobriu sua paixão profissional aos 13 anos de idade, em uma aula na escola e explica como é possível encontrar realização quando fazemos aquilo que amamos. Que é preciso perseguir nossos sonhos, afinal “pra trás, nem pra pegar impulso.” Para assistir a entrevista na íntegra é só clicar aqui.

clovis-de-barros-filho

Inspirados? Então bora correr atrás daquilo que vocês acreditam, sem medo de enfrentar os obstáculos que com certeza vão existir. Boa sorte!